quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

"Money Money Money..."

Crise.
Para onde quer que nos viremos, só vimos e ouvimos falar de um único assunto: Dinheiro, ou neste caso, a falta dele.
Mas será mesmo que "Money makes the world go 'round"? Como se já não bastasse o assunto monetário estar em tudo o que é jornal, telejornal, página web, agora também começa a invadir as janelas do MSN...
Interrail.
Nada a ver? TUDO a ver! Parece que agora é moda o pessoal ir viajar pela Europa de mochila às costas (ou trolley a rojo), dormir nas estações de comboio, (enquanto alguns jogam às cartas em cima de nós) ou até mesmo nos comboios (sob a atenta vigilância de alguns sujeitos romenos/ucranianos/moldavos/húngaros... WHATEVER!), tomar banho em casas de banho públicas (até a casa de banho de algumas pensões pode ser considerada pública pelos hóspedes...) ou pior ainda NÃO TOMAR BANHO! O mais divertido desta aventura toda é mesmo o preço! Ora, em tempos de crise qualquer pessoa pode suportar o custo de um interrail de forma minimamente saudável. O problema surge quando uns meses passados chega o pagamento de uma viagem de finalistas... Aí o problema complica-se. Uns desistem do panorama "Interrail" mas outros, os RESISTENTES, continuam de pedra e cal a querer ir passear por comboios sem ar-condicionado por países incrivelmente menos civilizados que o nosso.
Então qual é a solução para o problema? O Teorema de Clarinha!
Para quem não o conhece, o Teorema baseia-se num cálculo matemático muito simples:

Poupança - Amigos + Arrogância = Viagem

Analisando a equação verif
icamos uma particularidade interessante: os amigos, opoem-se à poupança para a viagem. O que significa que se queremos uma viagem máxima e totalmente aproveitada pela poupança, o factor Amigos terá que ser reduzido a Zero e a Arrogância elevada ao infinito. Ou seja, se querem viajar bem, poupem em TUDO e esqueçam os amigos, já que eles vos roubam poupanças para a viagem.
O factor arrogância é, sem dúvida, o mais eficaz para reduzir os amigos ao mínimo. E foi deste factor que surgiu o nome do Teorema.

Ponto de vista.

Então o que nos move a sermos amigos de alguém que é arrogante ao expoente máximo? Certamente que será o dinheiro que ela poupa e do qual nos queremos aproveitar... Eu pessoalmente admito que só sou amigo dela por causa do portentoso carro que ela ostenta e do seu magnífico GPS. Bem, pensando melhor, tenho uma amiga com um carro melhor... Acho que vou mudar de amizades! Se bem que... Se ela comprasse uma PS3, eu seria amigo dela com toda a certeza! Acho que a PS3 compensa o carro assim-assim... É, é isso, fica aqui a dica para o caso de ela alguma vez vir este post!

Será então o dinheiro que nos move mesmo? Ou será a força da amizade? O prazer de sabermos que há pessoas que se preocupam conosco, que davam a vida por nós, que vem a correr sempre que precisamos delas, que ficam até às 4 da madrugada a ouvir os nossos lamentos e a limpar as nossas lágrimas... Será que o dinheiro e a perspectiva de uma viagem-fantastica-e-magnífica-a-um-país-que-adoro-e-que-é-o-melhor-do-mundo conseguem apagar este sentimento
da cabeça de alguem?
Acho que alguns de nós deveriam rever as suas prioridades antes que seja tarde demais... Apesar de, para alguns, o tarde demais já ter passado há muito tempo.




O Rapaz Moreno, que devia estar a estudar BIF

5 comentários:

Anónimo disse...

É por essas e por outras que eu tive que escolher a viagem de finalistas e deixar o meu desejado interrail para o proximo ano...Até porque se eu me dedicasse a poupanças das duas uma, ou ia de interrail sozinha, ou ainda ficava com dividas por nao conseguir seguir o teorema da clarinha.
Sao opções de cada um. Eu escolho-vos a voces.

Cat*

RS3 disse...

Primeiro, os meus comentários nunca serão incoerentes.
Segundo, isso quer dizer que se eu cortar relações com toda a gente que eu conheço e ostentar sempre um ar extremamente superior e/ou enjoado consigo ir à Austrália? xD
Terceiro, mas olha que a tua amiga com um carro melhor e mais novo, nunca irá ter uma PS3, mas tem uma casa em Peniche... Tens de pensar a fundo sobre a questão.

Praganitas disse...

Eu escolho a vossa viagem de finalistas (se ate lá a minha mãezinha não mudar de ideias) e a vossa amizade... ate porque são vocês que me secam as lagrimas SEMPRE... e a Clarinha/teorema Clarinha... pelos vistos não chora porque não sabe o jeitão que dá ter um colo onde nos aninharmos!

Chico disse...

@ RS3: Realmente é uma escolha difícil xD

@ Praganitas: A clarinha chora sim, não tem é colo onde se aninhar =P

Anónimo disse...

Ah como eu gosto de saber que voces so se dao comigo por causa do carro e da casa!
Como eu gosto de voces!!

Cat*