domingo, 14 de março de 2010

Apêndice(s)

Apêndice 
s. m.
1. Parte que pende ou sobressai de outra parte principal.
2. Suplemento elucidativo.
3. Parte anexa a uma obra; acrescentamento; acessório.
4. Dependência.
5. Prolongamento da flor ou da folha até à inserção do pé da haste.
6. Cauda.
7. Nariz.

Acessório 
(latim tardio *accessorius, -a, -um, de )
adj.
1. Que se junta ou incorpora por acessão; secundário; acidental, que não é indispensável ou essencial.
s. m.
2. O que está junto a coisa principal.
3. Circunstância acidental.


Tirando o Apêndice (ileocecal, resultado dos nossos antepassados primatas que comiam vegetais crus) que todos conhecemos da nossa querida Anatomia, já dizia a minha professora de Ciências do 8º ano que esse não era o nosso único apêndice.
Ora vejamos, o dedo Mindinho do pé. Para que serve? Foi recambiado para debaixo dos outros dedos, é óptimo para criar calos e pé de atleta. Tão dispensável que há mulheres que se submetem a cirurgias para os cortar, e assim conseguirem calçar melhor os seus sapatos de princesa.
Depois temos os Sisos. Os temíveis e odiáveis Sisos, de tal forma dispensáveis que os dentistas actualmente os querem arrancar mesmo quando ainda nem rebentaram.

Pois bem, acho que encontrei mais dois apêndices. Dois órgãos que, tal como o apêndice, os mindinhos e os sisos, nos podem causar tanto desconforto que nos leva a querer arrancá-los para que deixem de nos perturbar.
O Coração e o Cérebro.

We'd be so less fragile
If we're made from metal
And our hearts from iron
And our minds from steel

The Pierces "Three Wishes"





O Rapaz Moreno

2 comentários:

Praganitas disse...

O cérebro... o coração às vezes diz-me pra não pensar... mas o chato do cérebro está smpr lá...

Pequenina* disse...

Muito bom post!
Por mim, se conseguisse garantir a minha sobrevivência tornava o meu coração em ferro pra deixar de sentir tudo o que me deixa em estado que não consigo sequer descrever aqui e o meu cérebro super-hiper insensível e alheio a todas aquelas coisas que nos deixam no estado descrito acima!
Isso é que era!